(11) 9.7465-0738  –  (11) 4056-5999

Bike: aliada da sua saúde e do bem-estar

O ciclismo é um tipo de atividade aeróbica de baixo impacto que previne a osteoartrite, melhora o tônus muscular, ajuda a perder peso, fortalece a capacidade pulmonar, reduz o estresse, entre muitos outros benefícios. O ciclismo pode estimular regiões motoras do sistema nervoso central e ativar o córtex cerebral, o que é ótimo para aprendizagem motora, para equilíbrio e para a melhora das funções cognitivas. É um exercício útil que facilmente pode ser incorporado na sua rotina diária, seja como meio de transporte, atividade casual ou esporte competitivo. Além disso, não requer habilidades especiais e pode ser praticado por praticamente pessoas de todas as idades e condições físicas.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que os adultos realizem pelo menos 150 minutos de atividade física aeróbica moderada e tanto a bicicleta ergométrica quanto a bike de rua são ótimas aliadas da saúde, especialmente de pacientes com doenças cardiovasculares e aqueles que buscam controlar fatores de risco.

Muitos pesquisadores observam que o ciclismo pode ajudar a melhorar a saúde do coração. Por exemplo, um estudo de 2017 sugere que as pessoas que costumam utilizar a bicicleta para trabalhar obtêm benefícios notáveis para a saúde. Além de um risco 46% menor de desenvolver doenças cardiovasculares, os passageiros que vão de bicicleta para o trabalho também têm um risco 52% menor de morrer dessa doença. Os resultados do estudo também indicam que pedalar frequentemente pode reduzir o risco de desenvolver câncer. Outra vantagem da bike é que ela também pode ajudar a reduzir a pressão arterial ao longo do tempo. Após 3 meses de pedaladas regulares, a pressão arterial pode reduzir em 4,3% e 11,8% após 6 meses.

Mas, tenha cuidado antes de começar. É sempre importante primeiro seguir as recomendações dos especialistas. Neste artigo, vamos oferecer algumas orientações para que você pedale sempre com o pé direito.

Escolha bem a sua bike

O tamanho e o desempenho da bicicleta devem ser totalmente adaptados às características físicas de quem a usa. Para adotar uma postura correta, devemos levar em consideração diversos aspectos:

  • Altura do assento: deve permitir que, sentado sobre ele, nosso pé estendido alcance o pedal no ponto mais próximo do solo.
  • Selim: sua posição deve ser perpendicular ao eixo central, onde os braços do pedal se conectam ao quadro. Além disso, a parte mais fina do selim deve estar suficientemente à frente para que o cóccix não sofra impactos.
  • Guidão: a posição correta é a que permite segurar o equipamento, mantendo os braços ligeiramente dobrados. A cabeça deve ficar em posição de observar o solo sem forçar os olhos, em um ângulo de 45 graus.
  • Freios: se estiverem posicionados incorretamente, seus pulsos ficarão contraídos, podendo ocasionar lesões.

Pedalando com segurança: dicas que servem para todo mundo, especialmente os iniciantes

  • Faça as rotas ajustadas às suas possibilidades físicas.
  • Escolha roupas adequadas para a prática do ciclismo: esses itens de vestuário geralmente incluem cores brilhantes e materiais reflexivos, que ajudam a tornar os ciclistas mais visíveis para os motoristas. Eles também apresentam tecidos com fibras para controlar a umidade do suor, o que pode evitar atrito.
  • Use capacete sempre – o equipamento reduz o risco de ferimentos graves na cabeça em uma colisão em cerca de 50%.
  • Luvas e óculos de proteção contra lama, insetos e luz solar são recomendados.
  • Sempre use roupas adequadas, especialmente em rotas de alta montanha, onde você deve levar em consideração possíveis mudanças bruscas de temperatura.
  • Preste atenção especial nas descidas para evitar quedas. Modere sua velocidade e evite distrações.

Além dos inúmeros benefícios físicos e mentais, o ciclismo é o meio de transporte urbano mais sustentável e praticamente não causa danos ambientais. Isso o torna ambiental, social e economicamente sustentável. Depois dessas recomendações, que tal incorporar a bicicleta ao seu dia a dia? Vamos, não pense duas vezes, pedale pela sua saúde!

Categorias